Tensão entre poderes deixa Brasilia em estado de alerta

<?php echo $paginatitulo ?>

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), passou a idéia de que o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, está fora da agenda e não deve entrar em discussão na Câmara. Em meio a conflitos com o presidente Jair Bolsonaro,  Maia afirmou: “A minha agenda é a reforma da Previdência”, disse após almoço com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).O pacote anticrime foi enviado por Moro para ser apreciado pelos deputados federais em fevereiro, antes do projeto de reforma da Previdência. No entanto, Maia não trata o tema com prioridade. “Depois da Previdência, a nossa agenda é a reforma tributária e a repactuação do Estado brasileiro. É isso que queremos fazer. De que forma o governo vai ou não participar não é um problema meu, é um problema do Executivo”, declarou o presidente da Câmara. “Esse é o grande objetivo de todos no Brasil, organizar as contas do Estado brasileiro.” o líder do governo na Casa, major Vitor Hugo (PSL-GO), afirmou a deputados de seu partido neste domingo (24) que o presidente Jair Bolsonaro está convicto de suas atitudes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP