Morte de João Beltrão pode mudar ‘geografia’ política no sul de Alagoas

  21 de dezembro de 2019

Ex-prefeito de Coruripe, deputado estadual por seis mandatos consecutivos, João Beltrão, morreu neste sábado (21) aos 64 anos.

O ex-parlamentar, enfrentou várias acusações ao longo da vida – muitas na área policial – mas sempre seguiu em frente e cada vez mais forte e só decidiu parar depois de ter sido diagnosticado com um câncer.

A doença o levou a anunciar, em abril de 2018, uma “pausa” na carreira política.

“Enfrentei muitos desafios ao longo dessas mais de três décadas de vida pública. Carrego a experiência e aprovação do eleitor por seis mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa. Agora estou no momento que requer cuidados. O povo de Alagoas, em especial, do Litoral Sul do estado, sempre esteve ao meu lado durante toda a minha trajetória. Os meus amigos de ontem são os mesmos amigos de hoje. Continuo de alguma forma trabalhando e contribuindo com o crescimento do estado. Estarei sempre à disposição de vocês”, afirmou na época, quando anunciou que não seria mais candidato à deputado estadual.

Apesar da doença, João Beltrão seguiu no ‘comando’ de um dos mais importantes grupos políticos de Alagoas.

Graças a João, a família Beltrão tem forte influência política no sul de Alagoas, sobrenome mais comum entre os prefeitos de municípios na região.

Em Coruripe o prefeito é Joaquim Beltrão (MDB). Em Jequiá da Praia, a prefeita é Janine Beltrão (PSD). Em Feliz Deserto, a prefeita é Rosiane Beltrão (MDB). O prefeito de Piaçabuçu é Djalma Beltrão (PRB). Em Penedo, já na região do Baixo São Francisco, o prefeito é Marcius Beltrão (PDT).

A família ainda elegeu, em 2018, os deputados estaduais Yvan Beltrão (PSD) e Marcelo Beltrão (MDB) e reelegeu o deputado federal Marx Beltrão (PSD).

No momento a família vive uma crise interna, por conta da disputa por espaços entre os deputados Marcelo e Yvan na região, especialmente em Coruripe. Na cidade que deu origem a todo o poderio dos Beltrão, uma eventual candidatura a prefeito de Marcelo contra Maykon (filho de João e irmão de Marx) pode levar ao racha da família.

As divergências entre os dois lados podem desaguar numa ‘divisão do território’ dos Beltrão em duas ou mais áreas.

Caberá a Marx Beltrão, notadamente o mais influente integrante da família hoje, encontrar um caminho que contemple os dois lados da família.

Não é uma tarefa das mais fáceis. Se tiver sucesso vai se consolidar como herdeiro político do pai e ‘comandar’ a região sul de Alagoas. A conferir.

P.s: Lamento a perda e a dor que aflige a família Beltrão. Os meus pêsames. Busquem forças no amor de Deus para superar este momento difícil.

Velório

Em nota a família deu informações sobre o sepultamento. Veja a nota:

Velório de João Beltrão começa neste sábado em Coruripe e sepultamento será em Maceió no domingo

A família do ex-deputado João Beltrão, consternada com seu falecimento, comunica que o seu velório será realizado na cidade de Coruripe e o enterro será realizado em Maceió.

O velório de João Beltrão terá início por volta das 22 horas deste sábado (21) no Clube do Povo, em Coruripe.

No domingo (22), às 11 horas, será realizada Missa de Corpo Presente também no mesmo Clube do Povo.

Já o sepultamento do ex-parlamentar acontecerá no domingo (22), às 16 horas, no Cemitério da Piedade, em Maceió, no mesmo jazigo dos pais do ex-parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP