1×0: CSA perde mais uma, a incompetência continua no Mutange…

por: Gazetaweb

O CSA perdeu para o Fortaleza, por 1×0, e dá adeus a Copa do Nordeste. A partida aconteceu neste sábado (7), na Arena Castelão. O único gol da partida foi marcado pelo Tinga, após escanteio batido por Juninho, aos 30 minutos do primeiro tempo.

A derrota para o Leão causou a eliminação do Azulão, que ocupa o fundo da tabela do Grupo B, com apenas um ponto conquistado no Regional. Já dentro de jogo, o CSA até se mostrou valente, buscando o resultado favorável, mas sucumbiu à pressão do Fortaleza, que apoiado pela torcida, partiu para cima do adversário.

O CSA entra em campo novamente contra o Frei Paulistano, também pelo Nordestão. Ambos os times estão em situação similar: o Frei também é o último colocado do Grupo A, com dois pontos. A partida acontecerá no dia 15 de março, no Estádio Rei Pelé.

Veja como foi a partida em Tempo Real!

1° TEMPO

Bilu não conseguir repetir o mesmo ímpeto que teve contra o Coruripe, e passou abaixo do radar

FOTO: HELENE SANTOS/SVM

 

A partida começou com o Fortaleza a se infiltrar pelo lado direito, com Tinga. Logo aos 2′, o lateral cruzou rasteiro para dentro da área do CSA, mas o experiente Wellington Paulista não alcançou a bola.

Aos 6 minutos, novamente pelo lado direito com Tinga, que passou por Rafinha, mandou a redonda, procurando Wellington Paulista, que chegou a triscar na pelota, sobrando para Oswaldo. O atacante chutou por cima do gol de Thiago Rodrigues.

No início de jogo, Fortaleza aproveitou os espaços que Rafinha deixou aberto, ao não segurar o Tinga. As melhores oportunidades do Leão foram por aquele lado.

Aos 10′, o time marujo criou pela primeira vez, após jogada de Romarinho, que rolou para Wellington Paulista, que chutou dentro da área, mas a bola resvalou em Thiago Rodrigues, bateu na trave, e parou nos pés da defesa do CSA.

Em seguida, Bilu se livrou da marcação, pelo lado esquerdo, cruzando para Pimpão, que arriscou uma bicicleta, mas não levou perigo para o Leão.

Aos 15′, o CSA chegou mais uma vez com Renatinho, que bateu rasteiro, mas passou longe do gol de Felipe Alves.

O goleiro do Fortaleza agiu como um pivô para o Tricolor, praticamente no meio de campo, e os atacantes do CSA não chegaram a pressionar, dando bastante liberdade para o Fortaleza iniciar as jogadas.

Aos 28′, o Fortaleza chegou bem com Romarinho, que arriscou de fora da área, porém, a bola passou à direita da meta de Thiago Rodrigues.

Com 30 minutos de jogo, o Leão abriu o placar com gol do lateral Tinga, após Juninho cobrar escanteio pelo lado direito. 1X0 Fortaleza.

Após o gol do Fortaleza, o Azulão tentou sair mais do campo defensivo, buscando a todo custo o empate. Contudo, a pontaria dos jogadores não estavam calibradas, e os chutes passaram longe do gol de Felipe Alves.

Enquanto isso, o Tricolor administrava a vantagem, tocando a bola no meio de campo, buscando se infiltrar novamente no setor defensivo do CSA, na tentativa de ampliar o placar.

Já aos 41′, o Azulão tentou empatar com o chute de Allano, após boa jogada de Pimpão e tocar para Renatinho, que ajeitou para o atacante azulino, que mandou a bola longe do gol.

Marcelo Aparecido de Souza deu mais dois minutos de acréscimos. O jogo acabou aos 47 minutos, com o Fortaleza na vantagem de 1×0, em cima do CSA.

2º TEMPO

CSA apresentou um rendimento bem aquém diante do Fortaleza. A defesa azulina deu muitas brechas para que o Leão conseguisse ampliar o placar

FOTO: CAIO ROCHA/ESTADÃO CONTEUDO

A etapa final começou com os mesmos 22 jogadores que começou a partida.

Já no 1º minuto do segundo tempo, o CSA teve duas oportunidades que surgiram dos pés de Allano. A primeira, o atacante cruzou e Quintero cortou. Em seguida, Allano recebeu de Rafinha, mas Quintero estava em cima do jogador do CSA e não brecha para o azar, acabando com a jogada.

Aos 8′, Fortaleza chegou com Wellington Paulista, acionado por Tinga, mas o centroavante se embananou todo com a redonda, acabando com a jogada.

Com 10 minutos de jogo saiu o primeiro cartão amarelo, para Leandro Souza pela falta cometida em Romarinho.

Aos 14′, Rogério Ceni mexe pela primeira vez no Fortaleza. Tirou Wellington Paulista e colocou David.

O CSA teve ótima chance, aos 18?, de empatar com Renatinho, que arriscou de fora da área, pegando Felipe Alves de surpresa, mas que reagiu depressa e impediu o gol do time marujo.

Aos 20′, foi a vez do Leão levar criar a oportunidade de gol, com o cabeceio de Paulão, explodindo no travessão, e indo morrer na linha de fundo.

Entre 23′ e 25′ dois cartões amarelos foram dados; um para Nenê Bonilha, do Fortaleza, e Jean Kléber, para o CSA.

Aos 29′, Jean Kléber recebeu na área, ficando cara a cara com o goleiro do Fortaleza, que se jogou nos pés do jogador azulino, defendendo o chute, garantindo a vantagem do Tricolor.

Em seguida, aos 31 minutos, tanto o Azulão quanto o Leão fizeram alterações. Pelo lado do Fortaleza, saiu Osvaldo e entrou Edson Cariús. Já no CSA, na primeira mudança feita por Eduardo Baptista, saiu Rodrigo Pimpão para dar lugar a João Paulo.

Aos 35′, Romarinho avançou pela direita, acionando Tinga, que lançou para Edson Cariús, mas acabou se atrapalhando com a bola, perdendo a chance de ampliar o placar.

Logo após, aos 36 minutos, CSA queimou sua segunda alteração: saindo Rafael Bilu para dar vaga a  Bruno José. Depois foi a vez do Fortaleza fazer sua última alteração com a entrada de Ederson no lugar de Romarinho.

Aos 38′, CSA chegou com perigo, após o chute de João Paulo, que pegou de prima, mas Felipe Alves estava numa noite inspirada e fez bela defesa.

O CSA fez a última alteração aos 41 minutos. Saindo Allano e entrando Gustavo Hebling.

Aos 43′, Rafinha tomou cartão amarelo.

Nos últimos minutos de partida, o CSA pressionou o Fortaleza, mas nenhum chute levou muito perigo para o Fortaleza.

O jogo foi encerrado aos 49 minutos.

FORTALEZA: Felipe Alves, Tinga, Quintero, Paulão, Carlinhos, Nenê Bonilha, Juninho, Marlon, Osvaldo(Edson Cariús), Romarinho(Ederson) e Wellington Paulista(David).

CSA: Thiago Rodrigues, Diego Renan, Alan Costa, Leandro Souza, Rafinha, Yago, Jean Kléber, Renatinho, Allano(Gustavo Hebling), Rodrigo Pimpão(João Paulo) e Rafael Bilu(Bruno José).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP