Tenório banca Cabo e CSA está perto de anunciar oficialmente atacante Keirrison

Os ânimos no CSA estão se apaziguando aos poucos. Nesta sexta-feira (14), o presidente Rafael Tenório foi a público assegurar a permanência do técnico Marcelo Cabo no comando da equipe, além de confirmar a contratação de mais algumas peças que reforçarão o poder de fogo azulino no Campeonato Brasileiro.

“Tive uma reunião com Raimundo Tavares, Fabiano Melo e a comissão técnica. Como é uma  gestão compartilhada, a decisão tomada foi a manutenção de Marcelo Cabo e a contratação imediata de mais três jogadores”, falou Tenório. Os atletas já acertados são o volante Jean Cléber, com passagem pelo Azulão em 2016, e o meia paraguaio Julián Benítez, ex-Olímpia. Já o atacante Keirrison está “99% acertado”.

Meia paraguaio Julián Benitez, ex-Olímpia, está confirmado pela diretoria do CSA

FOTO: REPRODUÇÃO

Dentre os atletas anunciados, o de maior peso é o atacante Keirrison ex-Palmeiras e Barcelona. O jogador de 30 anos estava no Londrina-PR na temporada passada, onde em seis partidas marcou um gol. Mas, o auge do atleta aconteceu na temporada 2012, quando saiu do Verdão e foi anunciado pelo Barça. O pedido de contratação do experiente centroavante surgiu após uma avaliação do plantel e a necessidade de potencializar o ataque azulino, que marcou apenas três gols na Série A.

“Tivemos um contato com Keirrison e nos reunimos pessoalmente com ele. Existe uma grande possibilidade dele vir. Ele passou por um problema pessoal (a morte do filho de dois anos de idade) que o afastou do futebol. É uma grande possibilidade dele acertar para participar do projeto do CSA”, garantiu o cartola, em entrevista ao repórter Elísio Silva.

Na temporada 2018, o atacante Keirrison jogou pelo Londrina-PR, onde atuou em seis partidas e marcou um gol

FOTO: GUSTAVO OLIVEIRA/LONDRINA EC

A manutenção da comissão técnica liderada por Cabo também foi acertada entre a cúpula maruja pós-derrota para o Flamengo. “Foi tudo discutido. A gente analisa possibilidades, prós e contras. E foi unanimidade a permanência dele”. Inclusive, a pressão externa promovida por parte da torcida do clube pela saída do treinador foi comentada por Rafael Tenório.

“Honestamente, a gente tem que respeitar a ideia dos outros. Posso não concordar, mas respeito. Parte da torcida do CSA criou a antipatia pelo (Marcelo) Cabo e não sabemos o porquê. Nós, que estamos no dia a dia do clube, sabemos que o treinador não desaprendeu a treinar. Não só a gente, mas como outros clubes, porque sempre chegou proposta para ele. O que precisa é ter paciência e viver a necessidade. Não deixo de acreditar e confiar. A equipe tem evoluído, mas existem carências. Disponibilizando mais atletas, tenho certeza que esse quadro vai virar”, frisou Tenório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP