Para evitar vender outros mandos, CSA quer estender Rei Pelé para 35 mil lugares

O CSA tem apostado suas fichas em aumentar a arrecadação com a venda de ingressos para jogos da Série A. Desta vez, após alegar pouco espaço no Estádio Rei Pelé para receber o Flamengo e vender o mando de campo, a cúpula maruja estuda a possibilidade de aumentar o número de lugares instalando arquibancadas metálicas atrás das traves do Trapichão.

À Gazetaweb, o vice-presidente do CSA, Omar Coelho, garantiu que a possibilidade de aumentar a capacidade surgiu após a conversa com um conselheiro do clube e, achando uma ótima ideia, resolveu acionar a Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), administradora da praça esportiva.

“Poderíamos colocar atrás dos gols a estrutura. O que nos daria um aumento de mais de 20.000 lugares somente nos setores instalados. Isso, somado aos cerca de 15.000 assentos que já temos, o Rei Pelé passaria a ter 35 mil lugares para que o CSA pudesse mandar jogos na Série A. Acabaríamos com o setor de arquibancadas atrás das duas traves”, disse o mandatário azulino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP