Pagar 50% do salário, congelar imagem e 20 dias de férias: veja a proposta do São Paulo aos atletas

São Paulo fez aos jogadores uma proposta de redução salarial por causa da crise do coronavírus. O clube oferece pagar 50% do salário na carteira (CLT) a partir de março, mês que será pago no dia 5 de abril, e manter um mínimo de R$ 50 mil por mês na carteira aos atletas.

O Tricolor também propõe pagar dois meses de direito de imagem do ano (janeiro e fevereiro) até o dia 5 de abril e quitar o terceiro mês pendente (março) “assim que possível”. As outras parcelas mensais do direito de imagem, pagas a partir do dia 1 de abril, ficam suspensas “até a volta de tudo”.

Todos os valores descontados, de acordo com a proposta, serão reembolsados a partir do mês seguinte em que “tudo voltar ao normal” em seis parcelas junto com os salários.

Por fim, o clube propõe férias coletivas de 2 a 21 de abril, com os 10 dias restantes para serem tirados no fim do ano. O São Paulo pagaria 50% das férias de abril no dia 5 de maio e 50% mais um terço do salário em dezembro.

No documento enviado aos jogadores, que o GloboEsporte.com teve acesso, o clube aponta que esse ajuste é válido até o final de junho. Se “as coisas não voltarem ao normal” até lá, um novo acordo precisará ser feito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP