Novo ‘Star Wars’ trará batalha final entre Jedi e Sith, diz revista

A reportagem de capa do mês de maio da revista “Vanity Fair” traz revelações para os fãs da franquia Star Wars. Segundo a publicação, o filme “Star Wars: A ascensão de Skywalker”, dirigido por J. J. Abrams, trará um fim definitivo ao longo confronto entre Jedi e seus inimigos, os Sith.

A história se passará cerca de um ano e meio depois do fim de “Os últimos Jedi” (2017). Isso permitirá que a protagonista, Rey (Daisy Ridley), comece o capítulo já perto do fim de seu treinamento para controlar a Força.

Assim, ela poderá se dedicar à reconstrução da Ordem Jedi, já que em teoria ela é seu último membro.

A passagem de tempo também esconderá algumas transformações e missões que unirão os personagens. Poe Dameron (Oscar Isaac), por exemplo, estará mais à vontade no papel de liderança, e Finn (John Boyega) terá mais confiança em sua dedicação à Resistência.

O filme também trará uma participação maior dos Cavaleiros de Ren, que apareceram rapidamente em “O despertar da Força” (2015), mas que foram esquecidos no oitavo capítulo (mesmo que suas armas já estivessem presentes na produção, como o G1 testemunhou ao visitar os estúdios).

A reportagem também detalhou um pouco mais a participação de Carrie Fisher, intérprete da General Leia, que morreu em 2016. Abrams conta que escreveu as cenas da atriz pensando em momentos gravados por ela para o filme de 2015, mas nunca utilizados.

Segundo ele, haverá até encontros dela com a personagem interpretada por sua filha, Billie Lourd, que pediu a ele que não excluísse essas cenas.

Além da revelação de que o robô C-3PO fará algo surpreendente na trama, a revista ainda traz imagens inéditas dos personagens interpretados pelos novos membros do elenco, Naomi Ackie (“Lady Macbeth”), Keri Russell (“The americans”) e Richard E. Grant (“Poderia me perdoar?”), tiradas pelas fotógrafa Annie Leibovitz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP