Mais de 20 mil: AL é o estado com mais mulheres em cursos profissionalizantes

No fim de semana das mulheres, a garra feminina se mostra representada também por meio de dados. É que segundo o Censo Escolar de 2019, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), dos 34 mil alunos matriculados em cursos técnicos e profissionalizantes em Alagoas, mais de 20 mil são mulheres. O índice é 26% maior que o de homens.

Na Educação Básica, a presença de homens e mulheres é equilibrada, com exceção do Ensino Médio e Cursos Técnicos, em que as mulheres são maioria – 53% e 63%, respectivamente.

Os cursos técnicos são os mais procurados para preparar alunos para o mercado de trabalho. São três modalidades: o curso técnico integrado, geralmente ofertado pelos Institutos Federais, o externo (ou concomitante) e o profissionalizante, também conhecido como subsequente.

Destes, o ensino subsequente é o mais procurado pelas mulheres, totalizando 12.131 alunas – uma representatividade de 69%. Já o curso técnico concomitante é o menos visado, com apenas duas mil mulheres.

Estado possui o maior percentual de pessoas sem instrução escolar

A busca por cursos profissionalizantes reflete a realidade alagoana, uma vez que o estado possui os piores índices de instrução escolar.

Dos 3 milhões de habitantes, 13,5% da população de Alagoas tem nenhum ou menos de 1 ano de estudo. O índice é o mais alto do Brasil. A pesquisa foi realizada por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) referente ao 4º trimestre de 2019, divulgado pelo IBGE.

Nas outras etapas da Educação Básica, o estado segue no topo da lista com maior percentual de pessoas sem Ensino Fundamental, em torno de 40%, ao lado da Paraíba, do Piauí e de Sergipe.

Desigualdade racial

No recorte por etnia, a pesquisa aponta uma disparidade étnica no Ensino de Jovens e Adultos (EJA). Enquanto o índice de alunos brancos cai pela metade nesta etapa, negros e pardos mantém a progressão de crescimento.

Gráfico

O EJA é uma modalidade de ensino que engloba todos os níveis da Educação Básica brasileira. Essa categoria é destinada a jovens e adultos que não deram continuidade aos seus estudos ou não tiveram acesso ao Ensino Fundamental e Médio na idade adequada.

De acordo com o Censo Escolar de 2019, 116 mil pessoas cursam o Ensino de Jovens e Adultos no estado de Alagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP