Investimentos estimulam micro e pequenos empreendedores para novos mercados em AL

O fomento aos micro e pequenos empreendedores, cooperativas e produtores rurais foi um dos focos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) em 2019. Liderados por programas como o Idealize e o Alagoas Maior – este com destaque especial para as atividades no interior do estado -, as ações de estímulo a novos negócios garantiram resultados que, na sua totalidade, impactaram mais de 2.500 pessoas, beneficiando mais de 30 empresas, além da criação de 67 novos diálogos através da participação do público em duas feiras nacionais.

Reformulado em 2016 com nome Idealize, o programa, executado pela Superintendência de Desenvolvimento Setorial e Regional (Suder), contou com quatro edições ao longo do ano, uma delas com ações exclusivas voltadas para o empreendedorismo feminino, reunindo um público de mais de 250 mulheres. Esses encontros imergiram os participantes no universo do empreendedorismo e inovação por meio de palestras motivacionais e inspiradoras, cursos e workshops.

Nessas oportunidades, os mais de 2.500 pequenos empreendedores receberam apoio e encorajamento para implantar e acelerar seus negócios em Alagoas. Foi também ao longo das edições do Idealize que empresas que apresentaram potencial de alto impacto socioeconômico foram contempladas com a concessão de créditos pela Agência de Fomento de Alagoas, Desenvolve. Ao todo, os investimentos somam um montante de R$135 mil, beneficiando aproximadamente 15 negócios locais.

Ao lado das ações promovidas pelo Idealize, o programa Alagoas Maior, lançado com recursos de mais de R$ 2 milhões oriundos do Fecoep, foi responsável por auxiliar os pequenos empreendedores com estratégias para alavancar suas atividades de negócio. Realizado em parceria com o Sebrae em Alagoas, o projeto gera encontros que possibilitam o networking e aprendizado inicialmente em três regiões focais: Sertão, Agreste e Serrana dos Quilombos.

“Nosso trabalho foi expandido com o desenvolvimento do programa e conseguimos elevar o patamar das ações que desenvolvemos e dos eventos que participamos. O resultado para este ano foi muito bom, desde as vendas até a criação de estratégias. Já estamos focados para que no ano que vem o resultado seja ainda melhor”, salienta Giselle Mascarenhas, superintendente de Desenvolvimento Setorial e Regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP