Governo federal libera R$ 18,9 milhões para obras no Canal do Sertão

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) anunciou que mais R$ 18,9 milhões foram repassados para Alagoas com o objetivo de assegurar a execução das obras do Canal do Sertão. Apenas em 2019, a segunda maior obra hídrica do Brasil recebeu R$ 84,1 milhões. O novo investimento foi anunciado nesta terça-feira (12).

Desde maio, o Estado esperava a liberação de R$ 60 milhões, cobrados pela construtora Odebrecht, para garantir a continuidade da construção do trecho quatro do empreendimento, localizado entre os municípios de Senador Rui Palmeira e São José da Tapera.

O Canal do Sertão, que tem como objetivo atender mais de um milhão de moradores em 42 municípios alagoanos, já engoliu mais de R$ 2,5 bilhões. Apesar disso, dos 30 quilômetros do trecho quatro, 78,7% foram construídos. Atualmente, 110 quilômetros já estão abastecidos com água e atingem cerca de 200 mil habitantes.

Além disso, no último dia 29 de outubro, a Gazetaweb denunciou que mais de 100 caminhões, tratores e máquinas estavam paradas desde o mês de setembro, próximo as obras do Canal do Sertão, no município de Senador Rui Palmeira. A Odebrecht, quando concedeu férias coletivas aos trabalhadores, previa que a paralisação seria de apenas 15 dias.

O empreendimento faz captação no reservatório da usina hidrelétrica Moxotó, no Rio São Francisco, e tem vazão total de 32m³/s. O projeto inicial prevê a construção de 250 quilômetros de canal até a cidade de Arapiraca, no Agreste do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP