Fim da linha! Oswaldo de Oliveira não é mais o técnico do Fluminense

que já era esperado se confirmou na manhã desta sexta-feira, Oswaldo de Oliveira não é mais o técnico do Fluminense. A informação ainda não é oficial, mas uma nota deve ser divulgada em instantes. A decisão do desligamento foi tomada na madrugada, após reunião do presidente Mário Bittencourt, o vice geral Celso Barros e do diretor executivo de futebol, Paulo Angioni.

Apesar de ter concedido coletiva depois do empate com o Santos, Oswaldo de Oliveira não possuía mais clima para continuar comandando o Tricolor. Durante todo o jogo, a torcida hostilizou o treinador.

Para sacramentar o último capítulo da terceira passagem do treinador, ainda houve a forte discussão com Paulo Henrique Ganso e a resposta contra os tricolores ao fim da partida, quando o técnico fez um gesto com o dedo médio para os presentes na arquibancada.

Em sete jogos com Oswaldo de Oliveira, o Fluminense venceu dois, empatou dois e perdeu três, com a equipe marcando quatro gols e sofrendo nove. Para o jogo do próximo domingo, contra o Grêmio, no Maracanã, o auxiliar técnico Marcão vai comandar a equipe de forma interina. Antes mesmo da demissão, a diretoria chegou a fazer contatos com alguns treinadores, como Maurício Barbieri e Lisca.

O Fluminense ocupa a 16ª posição, com 19 pontos. No entanto, está fora da zona de rebaixamento por possuir uma vitória a mais que Cruzeiro e CSA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP