Carlinhos acredita em vitória contra o Goiás, na segunda-feira

Após as atividades no CT do Mutange na tarde/noite desta quinta-feira (23), o lateral esquerdo Carlinhos concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do CSA. O jogador falou sobre a possibilidade de conquistar a primeira vitória nesta edição do Brasileirão Série A, além das situações envolvendo os companheiros Armero, Maidana e Manga Escobar. Revelou, ainda, que continua tomando remédios desde a final do Campeonato Alagoano.

“Eu tô bem confiante e, assim como o torcedor, todos nós estamos querendo de qualquer jeito essa vitória. Acho que está faltando isso para o CSA, estamos evoluindo já que hoje trabalhamos bem a tomada de decisão no último terço do campo. A bola já bateu na trave, já bateu no goleiro, já foi para fora, acho que já aconteceu um pouquinho de tudo e nós vamos fazer uma grande partida e sair com os três pontos”, disse Carlinhos, que foi titular na partida contra o Internacional, no último domingo.

O jogador também falou sobre a situação envolvendo os companheiros Armero, Maidana e Escobar, no último fim de semana. “Não vai ser a primeira e nem vai ser a última, isso acontece em alguns lugares e cabe as pessoas responsáveis tomarem as atitudes. Temos um grupo unido, bom para trabalhar e isso já foi resolvido, é passado e contamos com quem está aqui”, afirmou o lateral esquerdo.

Carlinhos revelou ainda que continua tomando medicamentos para jogar e que perdeu três quilos em um mês. “As pessoas podem achar que não é nada, mas eu ainda estou tomando remédios para o meu intestino, desde a final contra o CRB. O que eu tive foi muito sério, fiquei praticamente um mês tomando antibiótico e perdi três quilos. Inclusive, eu iria jogar o segundo jogo da final, mas não estava em condições de atuar o jogo inteiro e, ainda assim, fui e joguei 10, 15 minutos. Quando bati o pênalti eu estava tonto”, revelou o lateral de 32 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP